Saúde e Medicamentos

    Saúde e Medicamentos

Laxantes

O que são

São medicamentos sob a forma de comprimidos, pós, xaropes, chás, supositórios ou enemas (clisteres) que se destinam a aliviar a obstipação aguda ou crónica.

Composição
  • Laxantes expansores do volume intestinal:
    • Agar (semente de plântago);
    • Tegumentos de Ispaghula
    • Algas (alginatos);
    • Gomas vegetais (goma caraia);
    • Farelo de trigo (celulose)
    • Derivados da celulose (metilcelulose)
    • Macrogol (polietilenoglicol)
  • Emolientes:
    • Dictiossulfossuccinato;
    • Parafina líquida
  • Hiperosmóticos:
    • Supositórios de glicerina;
    • Citrato de sódio;
    • Lactulose;
    • Hidróxido de magnésio;
  • Lubrificantes:
    • Vaselina líquida;
    • Azeite;
  • Estimulantes:
    • Bisacodilo;
    • Picossulfato de sódio;
  • Antraquinonas:
    • Cáscara sagrada;
    • Sene;
    • Aloés.
Laxantes expansores do volume

São os laxantes que possuem um mecanismo de ação mais parecido com a ação fisiológica. No intestino expandem-se formando geles que estimulam o peristaltismo (movimentos intestinais). Absorvem a água intestinal evitando a formação de fezes demasiado duras. Apresentam-se sob a forma de granulado que se ingere sem mastigar com bastante água ou de comprimidos.

Estão indicados nas doenças crónicas como: colonostomias, cólon irritável e doença de Crohn; para evitar esforços intestinais em caso de cirurgia, hemorróidas e fissuras anais; na obstipação crónica, no pós-operatório e gravidez.

Como tomar

Podem ser administrados por períodos longos de tempo. A dose de medicamento varia consoante os resultados obtidos e é preferencialmente tomada à noite. Em adultos a dose é de 1 a 2 colheres de chá engolidos com bastante água e sem mastigar. Crianças com 6 a 12 anos tomam 1/2 a 1 colher de chá.

Não deve tomar

Doentes com úlceras intestinais, obstrução intestinal ou quem tenha dificuldade em deglutir.

Efeitos secundários

Flatulência e distensão abdominal que desaparecem com a continuação do tratamento.

Pode atrasar a absorção de alguns medicamentos.

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Ispagula (tegumento) 22 mg + Ispagula (semente) + 650 mg/g;
  • Cassia angustifolia (fruto) + Ispagula (mucilagem) + Plantago ovata (sementes) granulado;
  • Macrogol 1000mg saquetas;
  • Macrogol + Bicarbonato de sódio + Cloreto de potássio + Cloreto de sódio saquetas;
  • Plantago ovata (sementes) 3500mg saquetas
Laxantes emolientes

Estão indicados em terapêutica de curta duração e por prescrição médica quando a massa fecal é muito dura e não de possa fazer esforço, como no caso de hérnia, operação, etc. Entram na composição de enemas.

Laxantes hiperosmóticos

Hidróxido de magnésio 83 mg/ml suspensão oral.

Microclisteres, enemas e supositórios

Os supositórios de glicerina são usados tanto em crianças come em adultos. O mecanismo de ação é muitas vezes reflexo, devido ao efeito irritante da glicerina. É também usada em microclisteres que têm um efeito semelhante.

O citrato de sódio que entra na composição de enemas tem um efeito puramente osmótico, promove o amolecimento das fezes, facilitando a sua eliminação. O seu uso continuado pode provocar irritação na região anal.

Para que servem

São usados para o alívio da prisão de ventre aguda em bebés, crianças e grávidas devido à sua segurança. São, também, usados na preparação de exames ao abdómen.

Como usar

Adultos podem usar 1 ou 2 por dia e as crianças e os bebés 1 cada 2 ou 3 dias.

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Citrato de sódio 450 mg + Laurilsulfoacetato de sódio+ 45 mg/5 ml em microclisteres;
  • Gelatina + Glicerol78 mg/6.5 g + 5532 mg/6.5 g em microclisteres;
  • Glicerol 3830 mg/4.5 g microclisteres;
  • Glicerol (glicerina) 686 mg a 2000 mg supositórios
  • Glicerol 2250 mg ou 6750 mg microclisteres,
Lactulose

A lactulose é sobretudo usada em xaropes que podem ser tomados juntamente com outros líquidos. É um dissacárido que não é absorvido no intestino. Este é digerido pelas bactérias intestinais que originam ácidos orgânicos que estimulam o peristaltismo (movimentos intestinais).

Para que servem

A Lactulose é usada na obstipação crónica quando não se obtêm resultados com a administração de fibras.

Como tomar

Adultos devem tomar 1 a 2 colheres de sopa por dia. Em crianças a dose varia desde 1 colher de chá a 1 colher de sopa consoante a idade. Podem ser misturados com outros líquidos e devem ser tomados em jejum, já que depois das refeições o efeito é mais reduzido.

Não deve tomar

Em caso de intolerância à lactose e obstrução intestinal.

Efeitos secundários

Flatulência que desaparece com a continuação do tratamento.

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Lactulose 667mg/ml xarope ou saquetas individuais;
  • Lactulose 35g + parafina branca 21,45g + 42,91g parafina líquida pasta oral;
Lubrificantes

Tornam brandas as fezes evitando o esforço de defecação nos casos em que não podem fazer. A sua administração diária e prolongada não é aconselhada.

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Lactulose 35g + parafina branca 21,45g + 42,91g parafina líquida pasta oral;
  • Parafina líquida 145ml;

Estimulantes

Aumentam o peristaltismo intestinal por irritação da mucosa ou por ação direta sobre o músculo liso gastrointestinal. 

Para que servem

Estão indicados na limpeza intestinal antes de intervenção cirúrgica e para uso em prisão de ventre aguda.

Como tomar

 O bisacodil pode ser usados oralmente em comprimidos ou administrados sob a forma de supositórios, para um efeito mais rápido. A dose para crianças é de 5mg e para adultos 10mg ao deitar ou de manhã antes de comer. Não deve tomar com leite ou anti-ácidos.

O picossulfato de sódio apresenta-se sob a forma de gotas que devem ser tomadas à noite. A dose é de 2,5 a 5mg (5 a 10 gotas) em crianças entre os 4 e os 10 anos e de 5 a 10mg (10 a 20 gotas) para adultos.

Não deve tomar

Em caso de dor abdominal, náuseas e vómitos, na oclusão intestinal, cirurgia abdominal, apendicite, doenças intestinais, gravidez e lactação. Não se recomenda a toma diária pois pode causar efeito rebound (se não tomar fica com prisão de ventre).

Efeitos secundários

Podem provocar cólicas, desconforto intestinal e diarreia. Podem interferir com medicamentos diuréticos e levar a desequilíbrio hidroelectrolítico.

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Bisacodilo 5mg comprimidos;
  • Bisacodilo 10mg supositórios;
  • Bisacodilo 5mg + sene 105mg comprimidos;
  • Picossulfato de sódio 7,5mg/ml gotas orais;
  • Picossulfato de sódio 5mg pastilhas e comprimidos de chupar;
Antraquinonas

Desconhece-se o mecanismo que faz aumentar o peristaltismo. O efeito limita-se ao cólon. Os derivados do sene são mais eficazes, mas originam cólicas abdominais.

Não deve tomar

Em caso de obstrução intestinal, doença inflamatória intestinal (apendicite, colite, doença de Crohn, síndroma de cólon irritável e crianças com menos de 12 anos)

Medicamentos não sujeitos a receita médica existentes
  • Bisacodilo 5mg + sene 105mg comprimidos;
  • Cáscara sagrada 40mg + sene 30mg + boldo 50mg + anis verde 30mg em comprimidos;
  • Maçã reineta 2,7mg + manitol 0,61mg + sene 2,35mg/ml em xarope;
  • Sene (folíolos)250mg + (folículos)750mg/g chá;

 Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 01-set-2018