Saúde e Medicamentos

    Saúde e Medicamentos

Desabituação tabágica

Nicotina

O que é

É uma das substâncias presentes no tabaco responsável pela habituação.

Para que serve

Está indicado no alívio dos sintomas de privação de nicotina, em pessoas dependentes da nicotina, como auxiliar para deixar de fumar.

Como tomar

Para aumentar as probabilidades de deixar de fumar, deve-se deixar de fumar completamente assim que começar a tomar Nicotina e durante todo o período de tratamento.

A nicotina está disponível em várias dosagens:  de 2 a 4mg em pastilhas elásticas e comprimidos de chupar e em dispositivos transdérmicos na dose de 7 a 21mg/24h.

Pastilhas elásticas/comprimidos de chupar com 2 a 4mg de Nicotina

A dose apropriada depende dos hábitos tabágicos prévios. A dose adequada para as formas orais é determinada pela seguinte tabela:

Dependência baixa a moderada

Dependência moderada a alta

Forte dependência
Sintomas de privação fortes

Menos de 20 cigarros/dia

Entre 20 e 30 cigarros/dia

Mais de 30 cigarros/dia

2mg

2 ou 4mg

4mg

Mastigar ou chupar de forma pausada durante 30 minutos por forma a obter uma libertação gradual de nicotina. Não engolir. Deve-se tomar sempre que houver necessidade de fumar. Geralmente, de 1 em 1 hora ou de 2 em 2 horas. Normalmente, são suficientes 8 a 12 por dia.

A duração do tratamento é individualizada. Normalmente, a terapêutica deve continuar pelo menos durante 3 meses. Após três meses, deve reduzir gradualmente a quantidade de nicotina consumida diariamente até 1 goma ou pastilha/dia. Não se recomenda a utilização de nicotina durante períodos superiores a 6 meses. No entanto, alguns ex-fumadores podem necessitar de fazer o tratamento por um período mais prolongado para evitar recaídas.

A dose deve ser reduzida se houver sintomas de sobredosagem: náuseas (enjoos), dor abdominal, diarreia, salivação excessiva, sudação, dores de cabeça, tonturas, problemas de audição ou fraqueza generalizada (falta de energia).

A dose deve ser aumentada se houver sintomas de privação: grande vontade de fumar, irritabilidade, problemas de sono, agitação ou impaciência ou dificuldades de concentração.

Vantagens
  • Prazer no ato de mastigar;
  • Controlo sobre a dose administrada;
  • Controlo da situação
Efeitos indesejáveis

Pode causar irritação local das membranas mucosas.

Soluços, problemas gástricos, tais como náuseas, flatulência, vómitos, pirose (azia), aumento da salivação, irritação da boca e garganta e dor no músculo do maxilar resultante da mastigação intensa.

Dispositivos transdérmicos  (Patch) na dose de 7 a 21mg/24h.
Vantagens
  • Conveniente e discreto;
  • Efeito contínuo durante 16 horas;
  • Imita o padrão normal do fumador, sem causar perturbações no sono.

No caso dos adesivos transdérmicos deve-se seguir a tabela:

  Fase inicial

3 a 4 semanas

Seguimento

3 a 4 semanas

Desmame

3 a 4 semanas

20 ou mais cigarros/dia

Pontuação de 5 ou superior no teste de Fagerström

21mg/24h 14mg/24h ou

21mg/24h*

7mg/24h ou

14mg/24h* seguido de 7mg/24h

menos de 20 cigarros/dia

Pontuação inferior a 5  no teste de Fagerström

14mg/24h ou

21mg/24h*

7mg/24h ou

14mg/24h*

Descontinuação ou

7mg/24h*

*Dependendo dos sintomas de privação

Para saber qual o grau de dependência de nicotina pode

fazer o teste de Fagerström

O Patch deve ser aplicado numa zona da pele seca sem lesões (cortes, arranhões ou equimoses) e pouco pilosa: ombro, anca, parte superior do braço, etc. Deve-se evitar as zonas móveis do corpo, como as articulações sujeitas a fricção do vestuário.

O tratamento padrão compreende 3 fases:

Fase inicial:

Ajuda a deixar de fumar

Fase intermédia:

Consolida o deixar de fumar e inicia a redução da nicotina

Desmame

Finaliza tratamento

A dose deve ser reduzida se houver sintomas de sobredosagem: náuseas (enjoos), dor abdominal, diarreia, salivação excessiva, sudação, dores de cabeça, tonturas, problemas de audição ou fraqueza generalizada (falta de energia).

A dose deve ser aumentada se houver sintomas de privação: grande vontade de fumar, irritabilidade, problemas de sono, agitação ou impaciência ou dificuldades de concentração.

O tratamento dura, em média, 3 meses. Pode, contudo, durar até 6 meses em função da resposta individual.

Efeitos indesejáveis

Localmente poderá aparecer vermelhidão e prurido (comichão) no local de aplicação, edema (inchaço) e sensação de queimadura. Estes efeitos são normalmente causados pela aplicação no mesmo local todos os dias. É importante mudar de local de aplicação todos os dias para diminuir a irritação naturalmente e diminuir a sensação de desconforto.

Efeitos indesejáveis da nicotina

Nos primeiros dias de tratamento poderão surgir sintomas como: tonturas, dores de cabeça e perturbações do sono. Estes podem ser sintomas de privação relacionados com o deixar de fumar e podem ser causados pela administração insuficiente de nicotina.

Precauções

Doença cardíaca, acidente vascular cerebral, pressão arterial elevada (hipertensão não controlada), problemas de circulação, diabetes, hipertiroidismo, feocromocitoma, doença hepática e/ou renal, esofagite, inflamação da boca ou garganta, gastrite ou úlcera péptica, intolerância à frutose (pastilhas e comprimidos).

A nicotina, mesmo em pequenas quantidades, é prejudicial para as crianças, podendo provocar sintomas graves de intoxicação e até mesmo morte. É portanto essencial manter sempre fora do alcance das crianças.

Não deve tomar

Se não é fumador. Se tiver alergia (hipersensibilidade) à nicotina ou a qualquer outro componente do medicamento.

Durante a gravidez é muito importante deixar de fumar, uma vez que o tabagismo pode causar perturbações no crescimento do bebé. Pode também conduzir ao nascimento prematuro ou mesmo a nados mortos. Idealmente, deverá tentar deixar de fumar sem recurso a medicamentos. No entanto, caso não se consiga deixar de fumar, pode recorrer-se à nicotina para deixar de fumar, pois o risco da sua utilização para o desenvolvimento do bebé é menor do que o risco esperado de continuar a fumar. Isto deve ser feito com acompanhamento médico.

Durante o aleitamento, também não se deve fumar, pois a nicotina é excretada no leito materno em quantidades que podem afetar a criança. A terapia com produtos de substituição da nicotina, bem como o deixar de fumar, devem ser evitados durante a lactação. Sempre que não seja conseguido, são preferidas as formas orais em detrimento dos sistemas transdérmicos.

Interações com outros medicamentos

Não existe informação disponível sobre a existência de interações entre nicotina e outros medicamentos. No entanto, o deixar de fumar e/ou a administração de nicotina podem influenciar o efeito de outros fármacos, impedindo de obter os benefícios de um ou de ambos os tratamentos. Por exemplo, alguns medicamentos usados no tratamento da asma, diabetes, esquizofrenia, doença de Parkinson, pressão sanguínea elevada, úlcera gástrica, dores fortes e angina podem necessitar de um ajustamento da dose. O médico ou outro profissional de saúde deve ser informado da toma de quaisquer outros medicamentos, incluindo os de venda livre.

Outros dispositivos médicos para a desabituação tabágica

Íman anti-tabaco

Baseado em auriculoterapia. A estimulação de uma zona exata do ouvido, definida como a área de Shenmen de acordo com a medicina tradicional chinesa, pode ser útil para controlar a dependência do tabaco. O íman anti-tabagismo é um pequeno dispositivo pressor, que se aplica durante 1 a 2 horas, de preferência em momentos de silêncio.

Voltar

Nome DCI Dosagem Forma farmacêutica Embalagem
Nicopass Nicotina 1.5 mg Pastilha Blister - 36 unidade(s)
Nicopass Nicotina 1.5 mg Pastilha Blister - 96 unidade(s)
Nicopass Menta Nicotina 2.5 mg Pastilha Blister - 36 unidade(s)
Nicopatch 14 mg/24 horas Nicotina 14 mg/24 h Sistema transdérmico Saqueta - 7 e 28 unidade(s)
Nicopatch 21 mg/24 horas Nicotina 21 mg/24 h Sistema transdérmico Saqueta - 7 e 28 unidade(s)
Nicopatch 7 mg/24 horas Nicotina 7 mg/24 h Sistema transdérmico Saqueta - 7 e 28 unidade(s)
Nicorette Nicotina 2 mg Goma para mascar medicamentosa Blister - 30 e 105 unidade(s)
Nicorette Nicotina 4 mg Goma para mascar medicamentosa Blister - 105 unidade(s)
Nicorette Bucomist Nicotina 1 mg/dose Solução oral Vaporizador - 150 doses
Nicorette Invisipatch Nicotina 10 mg/16 h Sistema transdérmico Saqueta - 14 unidade(s)
[1/3]

* - Medicamento de venda exclusiva em farmácia;  (H) Medicamento homeopático; (s) - Suplemento alimentar;  (d) - Dispositivo médico
Fonte (medicamentos de venda livre):
www.infarmed.pt

 

Olhos e Ouvidos    
Conjuntivite
Olhos
Ouvidos

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 09-fev-2019