Saúde e Medicamentos

    Saúde e Medicamentos

Sintomas Respiratórios:

Dor de GargantaTosse
Congestão NasalRessonar
Soluços

Vias Respiratórias

 

 

Nebulizadores de compressão Vs ultrassónicos

Os nebulizadores são dispositivos médicos que se destinam à administração de medicamentos pela via respiratória. É um equipamento que permite a transformação de um medicamento líquido numa nuvem de partículas finas (aerossol) para que possa ser inalado diretamente para o interior dos pulmões através de uma máscara ou boquilha. Destinam-se, sobretudo, aos problemas do trato respiratório, como bronquite, asma, doença obstrutiva crónica (DPOC), sinusite e rinite.

Os medicamentos mais utilizados neste tipo de doenças são:

  • Brometo de ipratrópio (Atrovent®, Ipraxa®) – Broncodilatador anticolinérgico;
  • Brometo de ipratópio + Salbutamol (Combivent®, Ipramol®);
  • Sulfato de salbutamol (Ventilan®) – Broncodilatadores β-adrenérgico;
  • Budesonida (Budesonida Teva®, Pulmicort®) - Glucocorticóide;

Os broncodilatadores são usados nas crises, para aliviar os sintomas, enquanto que os corticóides são usados para evitar as crises.

Existem dois tipos de nebulizadores:

Nebulizadores de compressor ou a ar comprimido. A nebulização resulta da passagem do ar por orifícios que geram uma névoa, arrastando o líquido sob a forma de partículas muito pequenas. Neste tipo de nebulizador existem os de membrana, que são os mais económicos e, também os mais usados, mas têm o inconveniente de ser mais ruidosos e lentos. Os nebulizadores de êmbolo têm mais potência e, logo, fazem uma nebulização mais rápida.

Nebulizadores ultrassónicos. São a tecnologia mais recente. Nestes, um cristal converte o impulso elétrico em vibrações que exercem sobre o medicamento o mesmo efeito das ondas do mar ao bater nas rochas. As vibrações mecânicas rompem a tensão superficial da solução, formando micropartículas que são arrastadas pelo fluxo contínuo do ar.

Vantagens e desvantagens dos nebulizadores ultrassónicos

Os ultrassónicos são pouco ruidosos e permitem fazer a inalação rápida em qualquer posição. É uma tecnologia mais recente e , por isso, menos económica.

A desvantagem é que não permitem a administração de todos os medicamentos, nomeadamente os glucocorticóides, porque o tamanho das partículas formadas, demasiado grandes, não permitem atingir os brônquios, ou porque ocorre a quebra da molécula, comprometendo a eficácia.

Os nebulizadores ultrassónicos são ideais para crianças, pois permitem fazer a terapia durante o sono, por serem relativamente silenciosos. São, também,  indicados a crianças, porque os medicamentos mais utilizados nesta faixa etária são os broncodilatadores nas crises respiratórias ou simplesmente soro fisiológico para humidificar as vias aéreas. Permitem, ainda, uma administração rápida.

 

Algumas características a ter em conta na escolha do nebulizador:

Portabilidade.
Silencioso. A adesão à terapêutica em crianças é mais fácil se o aparelho não for muito ruidoso. Permite o seu uso durante o sono.
Tamanho das partículas produzidas. Partículas demasiado grandes não atingem as vias aéreas inferiores.
Higienização.
Indicação médica. Certos medicamentos exigem um nebulizador específico.
Marca do aparelho.
Devem ser aparelhos certificados.
Versatilidade. Tem todos os componentes necessários.
Permite regular a intensidade do fluxo.
 

Para que serve fazer nebulizações com soro fisiológico, sem outro medicamento?

Em situações de congestão ou corrimento nasal, a simples hidratação das vias aéreas melhora a mobilidade ciliar e ajuda a desobstruir as vias aéreas, prevenindo, em alguns casos, a evolução da situação.

É importante ter um nebulizador quando se tem um bebé?

O uso precoce das nebulizações com soro fisiológico, quando os bebés têm corrimento nasal ou congestão evitam, na maior parte das vezes, situações mais complicadas.

Os adultos também podem fazer nebulizações?

Apesar de ser mais usado em crianças, os adultos também beneficiam desta terapia.

Alguns cuidados a ter com os nebulizadores:

Lavar todos os componentes em contacto com a medicação;
Desinfetar os componentes do nebulizador usando líquidos próprios;
Guardar ao abrigo do pó em saco ou bolsa apropriada;
Se não for utilizado por muito tempo, deverá desinfetar-se antes da utilização;
Algumas peças devem ser trocadas regularmente.
 

Alguns nebulizadores comercializados em Portugal:
Tipo de Nebulizador Marca / Modelo Mais informação
Ar comprimido Omrom A3 Complete
OmromAIR C28P
OmromAIR C801
OmromAIR C801KD
omron-healthcare.com
Medcare NEB-C130 medcare.pt
Pic AirFamily
Pic Mr.Hippo
picsolution.com
picsolution.com
Ultrassónico OmromAIR Pro U17 omron-healthcare.com
Medcare NEB-747 medcare.pt
Pic AirProject  
Outro Omrom MicroAIR U22 (membrana vibratória) omron-healthcare.com
Medcare NEB-VM7 (electrovaporização) medcare.pt

Voltar

Câmaras expansoras

As câmaras expansoras são dispositivos médicos que facilitam a utilização dos inaladores pressurizados, ajudando a melhor a técnica inalatória e a dispersão das partículas de medicamentos inalados, reduzindo a deposição na orofaringe. Permitem  e ultrapassar as dificuldades de coordenação em crianças e em idosos no uso dos dispositivos pressurizados. Permitem uma menor deposição na boca e garganta do medicamento que deve chegar ao pulmão onde atua.

As câmaras expansoras podem ser usadas com bucal ou com máscaras. Estas últimas, são recomendadas em crianças muito pequenas que ainda não conseguem usar o bucal ou em idosos com dificuldade em executar os movimentos respiratórios.

A administração de medicamentos com a câmara expansora exige algum treino e prática

Técnica de utilização das câmaras expansoras

1. Retirar a tampa do inalador e agitar na vertical, com o bucal para baixo;

2. Encaixar o bucal do inalador na câmara expansora;

3. Expulsar o ar dos pulmões e de seguida, pressionar o inalador libertando uma dose de medicamento para a câmaras expansora;

4. Colocar de imediato o bucal na boca e inspirar, pela boca, devagar e suavemente;

5. Retirar o bucal da boca, suster a respiração durante 10 segundos e de seguida deitar lentamente o ar fora;

6. Após administrar o medicamento, retirar o inalador da câmara e colocar a tampa no inalador. Se for  necessário administrar outra dose deve-se esperar 1 minuto antes da segunda dose;

7. Lavar a boca com água e gargarejar bem (principalmente no caso de utilização de corticosteroides), após a administração do medicamento.

Cuidados a ter ao fazer as inalações com a câmara expansora

Não demorar mais do que 2 segundos entre pressionar o inalador e a inalação;

Adaptar bem o dispositivo à câmara expansora;

Usar uma máscara facial com o tamanho adequado à idade, para não permitir fugas de medicamento.

Não carregar múltiplas doses de uma só vez.

Cuidados de higiene da câmara expansora

As câmaras expansoras necessitam de cuidados de limpeza semanais ou de acordo com as recomendações do fabricante. Depois de desmontadas, as peças devem ser lavadas com água morna e detergente neutro (Ex: detergente da louça). Depois devem ser passadas por água limpa e secas ao ar, sem limpar. As máscaras também têm o mesmo cuidado.

Voltar

 

Olhos e Ouvidos    
Conjuntivite
Olhos
Ouvidos

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-fev-2019