Saúde e Medicamentos

    Saúde e Medicamentos

Sintomas:

Dor de CabeçaDor de Dentes
Dor MuscularDor Menstrual
FebreVoltar

Dor e Febre

Fitas  de Cinesiologia

Conhecida no meio fisioterapêutico como Kinesio Tape, ou fita terapêutica, é uma técnica criada há mais de trinta anos por Kenso Kase, Japão. A técnica baseia-se na aplicação de fitas elásticas adesivas em diversos locais do corpo com vista a obter diversos efeitos: aliviar a dor muscular, suportar o músculo, melhorar do fluxo linfático, corrigir desvios articulares, etc.

As fitas de cinesiologia são dispositivos médicos feitos em material elástico poroso, hipoalergénico e não têm qualquer medicamento impregnado. A fita elástica foi desenvolvida com base na cinesiologia, o estudo do movimento. As diferentes cores que apresentam  não representam qualquer diferença no efeito, apenas estético. Para obter os resultados desejados deverão ser aplicadas por profissionais habilitados como fisioterapeutas e ortopedistas.

As fitas atuam fazendo estímulos elásticos na pele que são transmitidos às camadas mais profundas, promovendo uma ligeira tração na área onde for aplicada. A fita mantém a comunicação com os tecidos mais profundos através de mecanorreceptores encontrados na derme e epiderme.

Existe uma técnica específica para a colocação das fitas e que podem variar não só com a articulação como também com o objetivo a ser atingido. Podem ser aplicadas em «Y», em «I», em «X» ou «teia de aranha».  Quando aplicadas no sentido da origem para inserção do músculo, dá mais suporte muscular e ajuda na contração. Quando aplicadas da inserção para a origem, ajuda a relaxar o músculo e melhora lesões musculares. A fita pode ser usada durante ou após os treinos e dura até cinco dias, mesmo que seja molhada no banho

Algumas marcas comercializadas em Portugal em farmácias e lojas de desporto:

APTONIA® 5cmx5m; BALANCE Tape 6mx5cm; KINESIO TEX® 5cmx4m; LEUKOTAPE® K 5cmx5m;  MCDAVID® Skintape 5cmx5m; MUELLER® 5cmx5m; ROCTAPE® 5cmx32m, 5cmx5m;

 

Olhos e Ouvidos    
Conjuntivite
Olhos
Ouvidos

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 08-fev-2019