Saúde e Medicamentos

 Frieiras

As frieiras são situações características dos dias frios de Inverno. Resultam de uma reação anormal do organismo às diferenças de temperatura e afetam, sobretudo, as zonas mais expostas ao frio: mãos, nariz, orelhas e pés.

As frieiras são zonas de pele inflamadas e que podem adquirir uma coloração vermelha a roxa.
A exposição ao frio provoca uma vasoconstrição, dificultando a circulação sanguínea nas extremidades do corpo. Quando há um aumento brusco da temperatura o organismo não consegue reagir com a mesma rapidez e há um extravasamento de sangue para os tecidos provocando uma reação inflamatória.

Sintomas:
  • Sensação de queimadura;
  • Comichão;
  • Ardor;
  • Dor;
  • Edema.
  • Ferida, nas situações mais graves
Frieiras agudas

Ocorrem algumas horas após a exposição ao frio e dão muita comichão. Duram alguns dias, mas podem voltar sempre que houver exposição ao frio.

Frieiras crónicas

A repetida exposição ao frio provoca lesões persistentes que podem durar desde os meses de Outono até ao início da Primavera.

Fatores condicionantes:
  • Mais frequente em mulheres jovens, em crianças e idosos;
  • Certas doenças podem favorecer o aparecimento:
    • Problemas de circulação;
    • Lúpus (doença de pele);
    • Doença vascular devida a diabetes, tabagismo, hiperlipidémias, etc.;
    • Anemia;
    • Nutrição deficiente;
  • Gravidez;
  • Antecedentes familiares;
  • Medicamentos para a tensão.
Prevenção
  • Evitar exposição ao frio;
  • Usar vestuário adequado à exposição ao frio;
  • Evitar o aquecimento rápido depois da exposição ao frio;
  • Evitar lavar mãos e pés com água muito quente;
  • Evitar proximidade de aquecimentos;
  • Fazer exercício físico;
  • Manter uma dieta saudável;
  • Não fumar.
Tratamento

Recorre-se a cremes calmantes e antipruriginosos e emolientes que têm na sua composição:

Calamina, aloé vera, cânfora, calêndula

Quando dão origem a feridas é aconselhável usar cremes com anti-sépticos.

Alguns médicos prescrevem venotrópicos orais e vasodilatadores, para melhorar a circulação sanguínea, embora não seja uma indicação aprovada para esta situação.

Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-jan-2018