Saúde e Medicamentos

    Saúde e Medicamentos

Alimentação e Desporto

A alimentação e hidratação são essenciais para melhorar o rendimento físico e acelerar a recuperação. Neste sentido, as bebidas desportivas desempenham um papel muito importante no restabelecimento da energia e níveis de água e sais minerais no organismo.

Hidratos de Carbono

A principal fonte de energia no exercício físico vem da glicose armazenada sob a forma de  glicogénio nos músculos e no fígado. A quantidade de glicose armazenada dá aproximadamente para 2h de treino moderado e 1h de treino intensivo. Esgotando-se as reservas surge a fadiga e a perda de energia, por isso, é necessário fornecer, através de bebidas ou géis, a glicose necessáia durante a atividade.

Água

As necessidades de água variam com o desportista, com a humidade e temperatura ambiente, com a intensidade da atividade, etc. Uma hidratação adequada aumentam a capacidade física, atrasam a fadiga e previnem lesões musculares.
Segundo as recomendações do American College of Sports Medicine as necessidades de líquidos são de 200 a 300ml por cada 15 minutos de exercício físico. Quando o exercício físico é moderado poderá ser somente água. No entanto, no exercício intenso ou sobre condições extremas é preferível as bebidas isotónicas (que contêm cálcio, magnésio, sódio e outros sais) que melhoram a absorção da água e da glicose.

Sais Minerais

A reposição dos sais é, também, fundamental, pois com o suor perdem-se sais (sódio) que origina sintomas como cãibras, fadiga, confusão mental e náuseas.

A ingestão de bebidas isotónicas e suplementos de hidratos de carbono podem melhorar até 20% a performance em treinos superiores a 1h30.

Comer ou não comer?

A alimentação correta é muito importante para uma boa saúde. A alimentação deve ser variada e adequada às necessidades de cada um no que diz respeito à energia fornecida e nutrientes essenciais.
Não existem alimentos perfeitos e completos, assim como, não existem alimentos maus e bons, apenas uns que devem ser consumidos com moderação e outros com maior frequência.

A alimentação deve ser:

  • Completa - Conter alimentos de todos os grupos;
  • Equilibrada - Seguir a pirâmide alimentar. Ingerindo mais alimentos da base da pirâmide e menos do topo;
  • Variada - Variar os alimentos dentro do mesmo grupo.

Ligado a uma alimentação desequilibrada estão relacionados algumas doenças como é o caso de:

  • Hipertensão arterial;
  • Diabetes mellitus;
  • Colesterol elevado;
  • Obesidade;
  • Gota;
  • Osteoporose.
 

Cuidados a ter quando tem:

Colesterol ElevadoDiabetes Mellitus
Ácido ÚricoHipertensão
ObesidadeOsteoporose
Asma e DPOCDesidratação

Somos aquilo que comemos!

Há muito que é reconhecido o efeito da alimentação na saúde dos indivíduos. Uma correta alimentação não depende deste ou daquele alimento, mas do equilibro entre todos. Uma alimentação variada e adequada às necessidades de cada um é fundamental no que diz respeito ao fornecimento de energia e nutrientes essenciais através da ingestão de alimentos de qualidade e em quantidade suficientes.

O que nos fornece os alimentos?

Os alimentos fornecem uma mistura de nutrientes essenciais ao funcionamento do organismo. Os componentes principais são:

  • Hidratos de carbono - Fornecem energia;
  • Gorduras - Fornecem energia de uma forma menos imediata;
  • Proteínas - Necessárias para a formação, crescimento e reparação das células e tecidos;
  • Vitaminas - Importantes para o metabolismo; >>>>>mais informação
  • Minerais - Asseguram o funcionamento de muitos processos celulares;>>>>>mais informação
  • Fibras - Regulam o trânsito intestinal;
  • Água - Hidratação.

Não existem alimentos completos, isto é, que contenham todos os nutrientes essenciais nas quantidades necessárias. Para isso há que fazer uma alimentação variada tendo em conta as características de cada um. Também não existem alimentos bons e maus. Alguns devem fazer parte da alimentação diária, porque têm nutrientes mais importantes, outros devem ser consumidos com menor frequência.

Alim. Saudável

Alguns alimentos ou componentes dos alimentos oferecem benefícios à saúde, além das funções nutrientes básicas. Podem melhorar a qualidade de vida das pessoas, reduzir o risco de doenças crónicas, prevenir o cancro, a diabetes, etc. São os chamados alimentos funcionais.

Alim. Funcionais

 

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 01-set-2018