Gota

A Gota  é uma inflamação das articulações, muito dolorosa, que tem origem no excesso de ácido úrico no sangue.

O ácido úrico é formado a partir das purinas que por sua vez resultam da alimentação. Quando há diminuição da eliminação do ácido úrico pela urina ou há um aumento da sua produção este acumula-se nas articulações em pequenos cristais (semelhantes a agulhas) provocando a inflamação das mesmas.

Consequências da Gota
  • Interfere com o movimento das articulações;
  • Sem tratamento as crises podem prolongar-se e tornar-se cada vez mais frequentes;
  • A agressão constante das articulações pode causar deformações nas mãos, pés, cotovelos e joelhos;
  • Num estado mais avançado pode afetar o aparelho urinário, provocando pedras nos rins.

Sintomas

Caracteriza-se por inchaço, vermelhidão, calor e dor nas articulações, em particular no dedo grande do pé. Normalmente, a gota concentra-se numa única articulação, mas quando não é tratada estende-se a outras (tornozelos, joelhos, pulsos e cotovelos.

Prevenção

Há cuidados essenciais que contribuem para controlar as crises de gota e sobretudo para as prevenir:

  • Evitar alimentos ricos em purinas como vísceras  dos animais (Coração, Fígado, Tripas, etc.), carne de animais jovens, marisco, etc.;
  • Fazer dieta baixa em calorias;
  • Evitar ter excesso de peso;
  • Evitar bebidas alcoólicas, em particular a cerveja;
  • Beber água em abundância (2L/dia);
  • Consumir leite e produtos lácteos magros (ajudam a reduzir);
  • Praticar exercício físico moderado para não forçar articulações;
  • Controlar ácido úrico com análises regulares.

Tratamento medicamentoso

O tratamento da gota visa a resolução da crise aguda e a normalização dos valores de ácido úrico.

  • Tratamento da crise aguda

O medicamento usado é a colchicina associada a anti-inflamatórios não esteróides (Indometacina, naproxeno, piroxican, etc.)

Controlada a crise aguda, começa-se com um tratamento para normalização do ácido úrico. Isto faz-se recorrendo a um inibidores da síntese: Alopurinol. Este medicamento atua não deixando que se forme o ácido úrico a partir das purinas.

  • Tratamento profilático

Nos tratamentos profiláticos usam-se a colchicina e o alopurinol em doses mais baixas.

  • Dieta

Embora não constitua uma medida essencial para o tratamento das crises agudas, uma dieta  em que se devem evitar os excessos alimentares é fundamental para a prevenção do aparecimento de novas crises.

Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-jan-2018