Saúde e Medicamentos

Saúde Animal Perguntas/Respostas 

Soluços

O soluço resulta de uma contração rápida e involuntária do diafragma, fazendo inspirar ar. Como o movimento é involuntário a glote, que controla a entrada de ar para os pulmões, fecha-se. O fecho das cordas vocais causa um ruído (soluço) ao passar o ar. Algumas pessoas engolem ar para o estômago.

O soluço pode ocorrer quando um estímulo ativa os nervos que contraem o diafragma. Podem ser os nervos do diafragma ou os que a nível do cérebro controlam a respiração.

Os soluços são, de um modo geral, inofensivos, aparecendo de uma forma súbita e sem causa aparente e desaparecendo ao fim de algum tempo. As situações que mais frequentemente desencadeiam crises de soluços são:

  • Comer muito e rápido;
  • Mudanças bruscas de temperatura corporal;
  • Stresse e ansiedade;
  • Engolir ar;
  • Comidas muito condimentadas;
  • Beber bebidas gaseificadas ou com álcool.
  • Fumar;
  • Falta de sono;
  • Febre.

Mas existem outras causas mais graves que causam soluços persistentes (mais de 48h) ou intratáveis:

  • Irritação dos nervos do diafragma, que pode ser causado por refluxo gastroesofágico, úlceras do estômago ou duodeno, tumores, faringite ou amigdalite, pneumonia e pericardite (inflamação da membrana que envolve o coração).
  • Doenças que afetam o sistema nervoso central, como AVC, esclerose múltipla, meningite, tumores cerebrais e traumatismos cranianos.
  • Alterações metabólicas, como as causadas por diabetes, insuficiência renal crónica, alterações dos níveis sanguíneos de potássio, sódio ou cálcio e alcoolismo crónico.
  • Medicamentos, como corticóides, benzodiazepinas, levodopa, nicotina, etc.

 

Tratamento

Os soluços comuns não requerem atenção médica e se não passarem ao fim de alguns minutos pode-se recorrer a alguns remédios caseiros.
Alguns baseiam-se no fato de os soluços desaparecerem, habitualmente, quando o gás carbónico se acumula no sangue, para tal conter a respiração ou respirar para dentro de um saco de papel.
A estimulação do nervo vago que controla o diafragma é outra das formas de tentar conter os soluços. para tal pode-se:

  • Beber rapidamente ou gargarejar água fria, chupar gelo, chupar limão, comer gengibre, deitar a língua de fora e esfregar os olhos, etc.

Os soluços persistentes ou intratáveis requerem um tratamento específico, que por vezes passa pelo tratamento da causa base. Por isso, nestes casos há que recorrer ao médico.

Existem alguns medicamentos usados para o tratamento de episódios de soluços persistentes:

  • Baclofeno (usado no tratamento de espasmos musculares e patologia cerebrais);
  • Clorpromazina (usado em psicoses e neuroses);
  • Escopolamina (anti-espasmódico intestinal);
  • Gabapentina (anti-epiléptico);
  • Haloperidol (usado como antipsicótico);
  • Metoclopramida (usado na prevenção de náuseas e vómitos);
  • Valproato (usado na epilepsia e convulsões);

É uma lista extensa e sem consistência de resultados. Sendo a maioria de indicação médica. A escopolamina é de todos os medicamentos aquele que poderá ser usado em automedicação.

Outras alternativas são a acupuntura e a hipnose.

Soluço dos bebés

Os soluços em bebés são muito comuns. No entanto, nenhum dos tratamentos usados em adultos poderão ser usados em bebés.

Nos bebés a causa mais comum dos soluços é a alimentação, engolir ar durante a mamada, e a diminuição da temperatura corporal. Por isso, após a mamada deve colocar-se o bebé no ombro para que arrote e diminua a quantidade de ar no estômago, assim como agasalhar bem o bebé.

Os soluços não são incómodos para os bebés. Só são causa de preocupação se afetarem o sono, a alimentação ou forem persistentes. Nestes casos deve-se contatar o pediatra.

 

Voltar

Doenças Infeciosas
Hepatite
Meningite
SIDA
Vacinas
Varicela
Zona





Cuidados Corporais
Cabelo
Caspa
Celulite
Higiene oral
Pele Seca
Piolhos
Próteses dentárias
Queda de cabelo

Dermatologia
Acne
Afta
Calos
Dermatite
Diarreia
Frieiras
Hematomas
Herpes Labial
Micoses
Queimaduras
Varizes

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 18-out-2016