Saúde e Medicamentos

Herpes Genital

O que é?

É uma infecção causada pelo vírus herpes (VHS). É transmitido por contactos sexuais e afeta a área genital e outras, dos homens e das mulheres: pénis, vulva, ânus, nádegas, coxas e pode atingir a parte inferior das costas. Provoca lesões características, dores, prurido e inflamação.

Como se transmite?

O VHS transmite-se através de qualquer tipo de relação sexual. Aloja-se nos gânglios, onde fica inativo, permanecendo aí o resto da vida. Mais tarde pode reativar-se e provocar nova infecção.

Quais os sintomas?

Na primeira infecção, a irritação genital pode ser acompanhada de sintomas parecidos com os da gripe: mal-estar geral e dores generalizadas nos ossos e músculos. As lesões genitais dolorosas podem levar dias a desenvolver-se. Nos casos graves e se a infecção não for tratada de imediato, a duração é superior a 3 semanas. Os sintomas podem ou não voltar a aparecer ao longo da vida (infecções activas). Normalmente têm a duração de uma semana mas podem variar com a pessoa.

A infecção é difícil de identificar porque os sintomas variam e a primeira infecção pode passar despercebida. Cerca de 80% das pessoas com herpes genital inativo desconhecem que estão infectadas. O diagnóstico é feito com o auxílio de exames médicos e laboratoriais, pelo que se deve consultar o médico aos primeiros sinais de suspeita.

Qual o tratamento?

Existem medicamentos que aliviam os sintomas e outros que travam a multiplicação do vírus, mas este permanece no organismo na forma inativa.

Como aliviar as infecções activas?

  • Ingerir muitos líquidos, que podem diminuir a irritação da zona genital ao urinar.
  • Ter uma higiene genital regular, através de lavagens com água e sal ou soro fisiológico, que aliviam as dores e secam as lesões.
  • Aplicar gelo (não diretamente) ou creme analgésico nas lesões.
  • Usar roupa íntima de algodão, que minimiza o desconforto e não interfere com a cicatrização das lesões.

Quais os cuidados para diminuir as infecções activas?

  • Evitar o stress o cansaço, porque debilitam o estado de saúde e facilitam a reativação do vírus.
  • Moderar a exposição ao sol e às radiações dos solários, nas zonas afetadas.
  • Tratar das infecções assim que as detecta.
Prevenção

Usar preservativo, preferencialmente associado a espermicidas.

Cuidar regularmente da higiene da zona genital.

Consultar o médico se pretende engravidar.

Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-jan-2018