Homeopatia

Como funciona?Sintomas Gripais
Dores de GargantaTosse
DispepsiasEnjoos de Viagem

A Homeopatia é uma forma de terapia alternativa iniciada  por Hahnemann e baseada no princípio de cura pelo semelhante, ou seja, uma substância, que em doses muito diluídas produz determinados sintomas num indivíduo são, é capaz de curar esses mesmos sintomas num individuo doente.

O tratamento homeopático consiste em fornecer a um paciente sintomático doses extremamente diluídas de compostos que causam em pessoas saudáveis os sintomas que se pretende contrariar, mas potencializados através de técnicas de diluição, dinamização e sucussão. O poder de cura natural é estimulado.

A homeopatia é uma das práticas alternativas estimuladas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) . Em muitos países não é considerada especialidade médica. No Brasil, é considerada como especialidade médica desde 1980. Países como Reino Unido, França e Alemanha também têm homeopatia nos sistemas de saúde pública.  

História da Homeopatia

O criador da homeopatia foi Christian Friedrich Samuel Hahnemann, médico.  Nasceu em 1755 na Alemanha e dotado de faculdades intelectuais excelentes cedo se doutorou em medicina. Mas as suas convicções médicas cedo foram abaladas pela escassa variedade terapêutica da época, que utilizava a sangrias, os purgantes, e os vomitivos, com o fim de limparem os humores, considerados os causadores das doenças.

Em 1790 ao traduzir o livro "Matéria Médica" do escocês Cullen registra que o autor referia que a Cinchona officinalis (quinina ou simplesmente quina), usada no paludismo agia fortificando o estômago e produzindo uma substância contrária à febre. Mas estes efeitos contrariavam o que ele sofreu quando teve que tomar essa substância para o paludismo: gastrite, queimadura no estômago. Movido por curiosidade e intuição científicas, Hahnemann decide testar, nele mesmo, o medicamento. Tomou vários dias grãos de quinina e sofreu de acessos febris, tremores, sede, palpitações, fraqueza.

" A quiquina, que destrói a febre, provoca no indivíduo são as características de febre"

Resolveu, então, experimentar em si próprio os efeitos de outras substâncias, como a beladona, mercurius, opium, arsenicum, ipeca, etc. Inspirado pela obra de Von Haller, que preconizava o estudo do medicamento na pessoa saudável, antes de ser ministrada ao doente, inclui seus parentes nas experiências, observa e anota pormenorizadamente os resultados e constata que há um efeito direto e um secundário de efeito oposto.

similia similibus curantur

" O semelhante é curado pelo semelhante"

Durante vários anos experimenta em si próprio várias substâncias e verifica que:

"Um grande número de medicamentos produzem um efeito duplo: efeito decreto e efeito secundário oposto ao primeiro"

A partir de 1801 Hahnemann começa a usar "medicamentos dinamizados" (técnica própria da homeopatia que visa o desenvolvimento da força medicamentosa latente na substância e que consiste em submeter a droga a diluições e sucussões sucessivas) e observa que isso dá mais potência ao medicamento. Em 1810 publica sua obra fundamental, "Organon da Medicina Racional", mais tarde, "Organon da Arte de Curar". A sexta edição é já publicada post morten, em 1921.

Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-jan-2018