Saúde e Medicamentos

Fígado e Vesícula Biliar

O Fígado e a vesícula biliar estão ligados por canais conhecidos por vias biliares. Apesar desta ligação e participarem em diversas tarefas, são muito diferentes entre si. O fígado é o maior órgão interno do corpo e funciona como uma fábrica química do organismo, regulando os níveis sanguíneos da maior parte das substâncias químicas circulantes. Por outro lado, a vesícula biliar não passa de um pequeno reservatório de bílis, produzida pelo fígado, que facilita a digestão dos alimentos. 

Funções do fígado:
  1. Síntese de bílis: O fígado sintetiza cerca de 1 litro de bílis por dia, que é importante na digestão, neutraliza o pH ácido do estômago e emulsiona as gorduras;
  2. Armazenamento: Pode armazenar gorduras, vitaminas (A, B12, D, E, K), açúcar e glicogénio;
  3. Biotransformação: Transforma, por exemplo, proteínas em lípidos e glicose, de acordo com as necessidades;
  4. Desintoxicação: O fígado é capaz de atuar sobre as substâncias nocivas, tornando-as mais facilmente elimináveis pela urina ou pela bílis através das fezes;
  5. Fagocitose: Remove bactérias e detritos que entram através da circulação, bem como células sanguíneas velhas;
  6. Biosíntese: Várias substâncias são produzidas no fígado - albumina, colesterol, heparina, fosfolípidos, etc.

O fígado desempenha um papel fundamental no organismo e para poder trabalhar convenientemente é necessário que se adote hábitos saudáveis:

  • Horários regulares das refeições;
  • Evitar situações de stress que afetam o bom funcionamento do fígado;
  • Praticar exercício físico;
  • Beber muita água entre as refeições;
  • Evitar consumir bebidas alcoólicas;
  • Comer frutas, legumes e verduras frescas;
  • Evitar as gorduras;

"Mal do fígado"

Por mal do fígado entenda-se indisposição resultante dos excessos alimentares, stress, etc. que é acompanhada de sensação de enjoo, azia, falta de apetite, sensibilidade a certos cheiros, etc.

Os medicamentos de venda livre destinados ao tratamento destes sintomas são constituídos, essencialmente, por extratos de plantas. Eis algumas das plantas que fazem parte desses medicamentos e seus efeitos no organismo:

Cardo Mariano

Hepatoprotetor, colagogo e colerético. Tem ação regeneradora das células hepáticas. Benéfico nos excessos alimentares e alcoólicos.

Absinto

Digestivo. Útil no síndroma de cólon irritável. Benéfico nos excessos alimentares e alcoólicos.

Hortelã-pimenta

Digestivo. Útil no síndroma de cólon irritável e em caso de espasmos e cólicas abdominais.

Voltar

Dependências Lazer
Álcool
Drogas
Tabaco








Repelentes de Insetos
Sol/Protetores
Viagens








Vida e Saúde Medicamentos Alternativos
Animais domésticos
Auto-medicação
Bebé
Contraceptivos
Emagrecer
Impotência Sexual
Menopausa
Vacinas
Acupuntura
Chá
Fitoterapia
Homeopatia

Naturopatia
Osteopatia
Quiropráxia
Tisanas

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 07-jan-2018