Saúde e Medicamentos

                  

Saúde e Medicamentos

Saúde Animal Perguntas/Respostas 

Queimaduras

As queimaduras são lesões nos tecidos provocadas por agentes:

  • Físicos: 
    • Sol; Radiações;
    • Fogo; Vapores quentes;
    • Eletricidade;
  • Químicos:
    • Ácidos;
    • Bases (ex. lixívia).

A ação a nível cutâneo origina a morte celular e a sua gravidade é tanto maior quanto a maior for a profundidade e a área dos tecidos cutâneos afetados. Estas dependem da fonte de queimadura, da duração do contacto com o a fonte  e do espaço de tecido em contacto.

Classificação da gravidade da queimadura

Classificação

Tecidos afetados

Sintomas

1º Grau

Epiderme

Eritema, edema mínimo e dor

2º Grau

Superficial

Epiderme e derme

Eritema, flictemas (bolhas) e dor intensa

Profunda

Epiderme e derme profunda

Eritema, flictemas (bolhas), exsudado e dor menos intensa

3º Grau

Epiderme, derme e tecido subcutâneo (com destruição das terminações nervosas).

Aparência esbranquiçada ou negra que pode não ter dor

As queimaduras de 1º grau podem ser tratadas sem recurso ao hospital, a não ser que atinjam uma área muito grande ou sejam em bebés e idosos. Este tipo de queimadura melhora em 3 dias.

As queimaduras de 2º grau são as mais dolorosas porque afetam uma parte da derme. Demoram a curar cerca de 3 semanas e não deixam marca. Se forem mais profundas doem menos e demoram mais tempo a regenerar. Podem deixar cicatrizes.

As queimaduras de 3º grau afetam até aos tecidos subcutâneos. Os tecidos ficam brancos ou escurecidos. A cicatrização é muito lenta se os tecidos não forem substituídos por cirurgia.

Fatores que podem agravar a situação:

  • Localização - Face, zonas de flexão (joelhos), mãos e pés.
  • Idade - Crianças com menos de 2 anos têm pele muito sensível. Idosos podem ter doenças graves.
  • Doenças - Diabetes, terapêutica com corticosteróides e imunossupressores.

Tratamento de queimaduras

Queimaduras térmicas:

Queimaduras do 1º e 2º grau (de baixa gravidade) podem ser tratadas sem recurso ao hospital. Os casos mais graves deverão ir ao hospital.

  • Aplicação de água fria até alivio da dor;
  • Desinfecção com uma solução de clorohexidina ou iodopovidona, sobretudo quando aparecem bolhas;
  • Secagem da zona afetado com compressa esterilizada;
  • Aplicação de gaze vaselinada (não aderente) sobre a queimadura e um penso absorvente para absorver exsudado (deve ser mudado regularmente):
  • Analgésicos para alívio da dor;
  • Hidratação;
  • Os cremes/loções calmantes só estão indicados para as queimaduras de 1º grau.

Nota: Não se deve usar algodão porque aderir à ferida; As ligaduras não devem ser aplicadas muito apertadas.

Queimaduras elétricas:

Requer urgência hospitalar porque pode afetar áreas não visíveis.

Queimaduras químicas:
  • Lavagem com muita água corrente;
  • Envio ao hospital.
No caso de ingestão:

  • Ingerir muita água fria;
  • Ir ao hospital.
Queimaduras solares:

As queimaduras solares são geralmente do 1º grau e, por isso, podem ser tratadas sem recurso ao hospital.

  • Aplicação de água fria para baixar a temperatura corporal;
  • Hidratação oral. A pele perde líquidos ao estar exposta por longos períodos ao sol. 
  • Hidratação cutânea. A aplicação de cremes/geles alivia a dor e acelera a recuperação.

Os medicamentos para o tratamento de queimaduras solares são emulsões, leites, loções ou geles que contêm na sua composição elevado teor de água. Neste tipo de formulações entram outras substâncias que ajudam a aliviar os sintomas como:

  • Benzocaína - anestésico local, para alívio da dor;
  • Difenidramina, Dimetindeno, Clemastina, Mepiramina - anti-histamínicos que aliviam a comichão e têm ação calmante.
  • Calamina - Calmante e descongestionante,
  • Óxido de zinco - Anti-séptico  e adstringente;
  • Alantoína, Vitamina A - Anti-inflamatória;
  • Aloé-vera, Mentol - descongestionante, calmante;
  • Óleo de abacate - Emoliente;
  • Vitamina E - Anti-oxidante (evita o envelhecimento cutâneo).

Juntamente poderá administrar-se analgésicos orais como o paracetamol para aliviar as dores e baixar a temperatura.

 

Voltar

Doenças Infeciosas
Hepatite
Meningite
SIDA
Vacinas
Varicela
Zona





Cuidados Corporais
Cabelo
Caspa
Celulite
Higiene oral
Pele Seca
Piolhos
Próteses dentárias
Queda de cabelo

Dermatologia
Acne
Afta
Calos
Dermatite
Diarreia
Frieiras
Hematomas
Herpes Labial
Micoses
Queimaduras
Varizes

Página da autoria de Laurentino Moreira (farmacêutico) - Última atualização em 18-out-2016